Redefinir Senha

Busca Avançada
Your search results
4 de janeiro de 2019

Já pintou verão, calor no coração… na cabeça, no corpo todo!

Confira nossas dicas pra não dar ruim e você poder curtir todo o sol que tiver direito

 

Tem quem goste, tem quem não curta tanto assim, e todo ano é isso… porque todo ano, é claro, ele chega pra ferver nossas ideias e deixar, de fato, muita gente mais alegre.
O que tem todo ano também é o mesmo aviso: USE FILTRO SOLAR (abs., Bial ;)), tome bastante água, use roupas leves etc. Gente, parece que já deu, né?

Só que não. Esses lembretes são muito importantes real oficial, e não dá pra deixar de lado. Todo verão? Sim.

Então vamos fazer nossa listinha aqui do que não podemos nos esquecer não apenas em viagens, passeios, churrascos, festas ao ar livre, mas nunca, jamais.

 

 

Alimentação

1. Água, muita água, litros e litros mesmo
Quando recebemos esse tipo de recomendação, nosso cérebro já começa a entrar em stand by, certo? Errado! Já deve ser sinal de desidratação, rs. Nossas células precisam de água numa boooa quantidade para funcionar regularmente, e no calor perdemos bem mais líquido que nas outras épocas do ano.
Ou seja: beba! Não só água, mas sucos (naturais, por favor!), água de coco etc. Também dá pra brincar com águas saborizadas, fazer uns cubos de gelo com frutinhas… ih, isso vai longe! Usando criatividade e os sabores de que gostamos fica mais fácil manter a hidratação.
Lembrando que a boooa quantidade é aquele número mágico que todo mundo já ouviu: em torno de dois litros. Você chega lá.
Ah, e se der pra diminuir o uso das garrafinhas de plástico, individuais e descartáveis, que geram uma quantidade de lixo insana na praia e em todo lugar, melhor ainda!

2. Limão + sol = cuidado especial
Esse combo provoca queimaduras na pele dos mais distraídos. Tome bastante cuidado, principalmente na praia. Depois de manusear o limão, lave muito bem as mãos várias vezes, só pra garantir.

3. Comidas leves
Taí mais uma dica que nem todo mundo entende, mas sabe que faz sentido? Uma sensação muito comum nos dias abafados é aquela leseira, dá vontade de só ficar largadão… Pois bem, quando o corpo está numa economia de energia forte e a gente ainda manda aquela comida pesada, difícil de digerir, vai chegar o melhor passeio da viagem e vamos “apagar”, jurando não saber o porquê. É a comida, certeza. Não é fácil resistir a certos pratos, principalmente quando estamos viajando e nos deparamos com sabores diferentes, mas às vezes é prudente maneirar. Só um pouquinho, vai.

 

 

Pele e cabelos

4. O famigerado filtro solar
Não é possível escapar do protetor. Todos os tipos de pele precisam se proteger dos raios ultravioleta. Se, por um lado, peles muito claras têm menos proteção que peles negras, por outro, peles negras têm mais facilidade de formar manchas, justamente pelo acúmulo de pigmentação.
E por favor, não vamos esquecer as sofridas regiões das costas das mãos, peitos dos pés, orelhas, cabeça e couro cabeludo, beleza? Na hora de reaplicar o protetor, algumas áreas não recebem o mesmo cuidado inicial… Aliás, vê se não esquece de reaplicar, peloamor!
Quem não tem cabelo, quem raspa a cabeça ou quem tem tranças com espaços que deixam o couro cabeludo mais exposto: cuidem bem dessas partes, aplicando o filtro e protegendo o máximo que puder.

5. Atenção especial também para cicatrizes!
Elas precisam de várias camadas a mais, ok? Detalhe: essa coisa de filtro “toque seco” ou “livre de óleo” pode parecer perfumaria, mas a real é que ajuda muito as peles oleosas a não sofrerem depois com a acne solar, causada pela mistura de suor, sebo, protetor oleoso e, claro, sol. Já que é pra usar um bom filtro, vamos caprichar, não é mesmo?

6. Hidratante e repelente
Cloro de piscina e água salgada vão na contramão dos cuidados com a pele oleosa, pois trazem ressecamento. Banhos mornos a frios, um sabonete mais suave e um pouco mais de hidratante costumam dar jeito nisso. Ah, não se esqueça do repelente depois!

 

 

7. Cuidado redobrado com as micoses
Elas estão em todos os locais com gente, calor e umidade. Se secar bem e pensar na saúde durante o ano inteiro para estar com mais resistência a fungos é fundamental.

8. Por falar em fungos…
A foliculite pode ser causada por infecção nas cavidades onde os pelos nascem, e eles costumam ser os responsáveis por aquelas bolinhas.

 

 

Roupas e acessórios

9. Roupas leves
A justificativa é mais ou menos a mesma das comidas leves. Se já estamos cozinhando naturalmente, pra que nos embrulhar em tecidos pesados? Assim, pra não dar brecha pros desmaios no meio da rua na tão aguardada viagem de verão, dê preferência a tecidos leves, cores claras (a física explica que cores escuras absorvem mais calor, e ninguém quer isso) e, se possível, fibras naturais, como algodão. Por quê? Acredita que elas protegem mais contra a radiação que as sintéticas? Pois sim.

 

 

10. Óculos escuros e bonés ou chapéus
É sua hora de brilhar, meu bem! Escolha os mais lindos, estilosos (ou os que estiverem na promoção, rs) e então é só desfilar! Mas tome cuidado com os óculos, porque se for muuuito pechincha e não proteger bem seus belos olhos, não terá sido tão bom negócio.

E pra finalizar: tente estar o mais confortável sempre para que a viagem, o passeio e o verão sejam incríveis e viver seja só festejar.

 

 

 

Deixe uma Resposta