Redefinir Senha

Buscar Destino
Seus resultados de busca

Passos e memórias do Samba Paulistano

Nova experiência guiada no Centro da cidade conduz participantes pelas histórias dos bambas paulistanos de ontem e hoje

No dia 15 de junho, paulistanos e turistas têm oportunidade dupla de redescobrir o Centro da cidade a partir de histórias apagadas dos principais atrativos da região. Duas caminhadas temáticas, sobre o Samba e a História Negra de São Paulo, percorrem espaços como a Praça da Sé, o Vale do Anhagabau e o bairro da Liberdade, destacando fatos, personalidades e memórias da cultura negra nesses locais.

Foi na região da Sé, por exemplo, que circularam os primeiros cordões e grupos de samba. O primeiro deles, criado por compositores e bambas que se reuniam na Rua Lavapés, é lembrado no Tour Raízes do Samba, que reconta a história, as transformações e sua importância para a cultura da cidade – além de colocar todo mundo para sambar.

Um dos primeiros cordões de samba da cidade, ficava no Centro

“Quem acha que São Paulo é o “túmulo” do samba nunca foi a uma quadra, uma roda ou a um samba-rock!”, conta a idealizadora do roteiro, Ana Carolina de Souza. Ela é passista, pesquisadora do tema e turismóloga, e criou o roteiro para valorizar a memória do ritmo e seus compositores na cidade.

Samba rock é um dos tópicos da caminhada, no dia 15 às 13h45

A estreia do roteiro será no dia 15 de junho, partindo da Praça da República. O percurso de 2h30, e na sequência o público participa de uma oficina de dança, com os principais passos do ritmo e suas variações, especialmente o samba rock. A oficina acontece na PRaça das Artes, onde o grupo terá aulas com um professor convidado, ligado à escola de samba Vai-Vai, uma das agremiações citadas no tour.

“Eu vivo essa cultura, vejo sua força sobre a minha família e toda uma comunidade que se envolve com as escolas de samba o ano inteiro. É importante valorizar essa memória em São Paulo. A cultura do samba é muito viva na cidade. A gente quer homenagear essa história”, completa.

.................0