Redefinir Senha

Busca Avançada
Resultados da pesquisa

Olinda dos caminhos afros – Grupo até 16 pessoas

R$842,00

Descubra Olinda negra. Roteiro com experiencias sensitivas com gastronomia de terreiro.

Descrição

Agenda-

Beth de Oxum no centro Cultural Coco de Umbigada.

Ialorixá do terreiro Ilê Axé Oxum Karê, comunicadora, agitadora cultural, moradora do Guadalupe (Olinda), e fundadora do Centro Cultural Coco de Umbigada, é um projeto que trabalha a inclusão social de jovens em situação de vulnerabilidade social da comunidade do Guadalupe e seu entorno, bairro que representa uma das maiores densidades demográficas e baixo IDH da cidade de Olinda. Promove a preservação da memória e a difusão da cultura negra e afrodescendente, ampliação dos direitos humanos, perspectiva e empoderamento profissional pela cultura e educação.

Centro Cultural Nascedouro de Peixinhos

O Centro Cultural foi fruto principalmente da luta da comunidade que, além de reivindicar a revitalização das instalações do antigo matadouro, clamava pela transformação daqueles espaços para atividades sócio-culturais.

Em sua totalidade, o projeto do Centro Cultural compreende auditório, vestiário, recuperação do campo de futebol, da caixa d’água localizada numa torre e da escadaria de acesso ao seu topo, a construção da quadra poliesportiva e a implantação de playground. Em 2008 foi inaugurado pelo então governador de Pernambuco, Eduardo Campos, o Centro Tecnológico de Cultura Digital de Peixinhos (CTCD) que  oferece cursos técnicos e de qualificação gratuitos em áudio, rádio, TV/Vídeo, Design Gráfico, programação e metareciclagem, propiciando melhor qualificação profissional para jovens e adultos e maiores perspectivas de emprego. Desde a sua inauguração, em 2006, o Centro Cultural Desportivo Nascedouro de Peixinhos tem abrigado diversas atividades e manifestações culturais.

 

Nação Xambá

Tchamba, grafia africana da palavra Xambá, dá nome a um dos povos que fincaram suas raízes e ritos em terras pernambucanas, lutando historicamente para que suas tradições continuassem vivas até hoje. Fundado em 1930, no Recife, o Terreiro Xambá do Portão de Gelo tornou-se o terceiro maior quilombo urbano do Brasil e o único remanescente desse povo na América Latina. Em 2018, recebeu o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco.

 

Incluso: Transporte até 16 pessoas, almoço no Altar Cozinha Ancestral e guias locais

 

 

 

Data: 21 de February de 2020, Friday - 08:00



Fim da atividade em: 21 de February de 2020, Friday - 14:00

 

 

Local: a definir

 

 

Capacidade: Até 14 pessoas

 

 

 

 

Inclui:

Transporte, entrada nos locais, guias especializados e almoço

 

Não Inclui:

hospedagem

 

Amenidades:

  • transporte
  • alimentacao
  • traducao
  • guia

 

Condições Especiais:

50% na confirmação do Evento.
50% até 5 dias após o Evento.

 

Nível de dificuldade:

Leve ( poucas limitações )

 

Operadora:

Lab Griô

 

Informação do Operador

  • Operador: labgrio
  • Nenhuma pontuação encontrada ainda!
Nenhum anúncio encontrado!
\
Categoría:

Deixe um Comentário

.................0