Redefinir Senha

Busca Avançada
Seus resultados de busca
9 de janeiro de 2018

Seu apoio nos fortalece!

Fomos selecionados entre mais de 760 empresas para o primeiro programa de aceleração do Facebook no mundo!

Entre janeiro e junho, a startup ficará sediada no Estação Hack, espaço de inovação social da empresa, em São Paulo. No local, acontecem consultorias intensivas de empreendedorismo digital. A Diaspora.Black é a única focada na população negra. Atuando com o modelo de market place, a empresa aposta na vocação do turismo para o fortalecimento econômico do ecossistema de afroempreendedores  e a valorização da história e cultura da população negra.

Para garantir a participação, os empreendedores realizam uma campanha de financiamento coletivo, que irá arrecadar recursos para a manutenção dos sócios em São Paulo.  As contribuições podem ser feitas no endereço www.catarse.me/diasporablack. As contribuições podem ser feitas a partir de R$ 15, e o pagamento pode ser parcelado no cartão em até três vezes para contribuições acima de R$ 100.  A  meta da campanha é R$ 35 mil, referente à permanência da equipe em São Paulo por seis meses.

“Participar deste programa é uma conquista incrível mas também um desafio. Se empreender é difícil para qualquer jovem, para nós, negros, este desafio se soma às dificuldades cotidianas e limitações financeiras”, avalia o CEO da Diaspora.Black, Carlos Humberto Silva. “Passamos por validações de importantes aceleradoras, mas muitos investidores não enxergam o potencial dos negócios focados na população negra, que movimenta mais de R$ 1 trilhão por ano.”

Em operação desde julho, a rede está presente em mais de dez países com cerca de 1.500 usuários cadastrados. O primeiro serviço oferecido são acomodações compartilhadas em diversas cidades. A partir de 2018, a plataforma também incluirá  outros serviços, como agências de viagens, guias e roteiros, entre outros. Os usuários também têm descontos e vantagens na rede de estabelecimentos credenciados, promovendo a circulação econômica dentro da comunidade negra.

O modelo foi desenhado ao longo do último ano, com consultorias realizadas nos principais processos de aceleração do País, como o #Labora – Laboratório de Inovação Social, promovido pelo Instituto Oi Futuro em parceria com a Yunus Negócios Sociais. Em 2018, a empresa também será acompanhada por especialistas da AbeLLha e da Pólen – Polo de Inovação da Unisuam.

 

Para continuar a usar este site, você concorda com uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close