Redefinir Senha

Busca Avançada
Seus resultados de busca
22 de fevereiro de 2018

Viajar sem gastar muito

Se você já começou a planejar a viagem do próximo feriado, estamos juntos! Esse post é para quem já está pensando na Páscoa, mas ainda não acabou de pagar os boletos do verão!

Vamos listar algumas dicas para gastar pouco na Semana Santa, até porque este ano teremos nada menos que 10 feriadões para aproveitar! Como bons viajantes que somos, sempre dá para curtir  a folga desbravando um novo pico – perto ou longe, o importante é sair do lugar!

A primeira dica para economizar nas viagens é assistir a este vídeo – Diogo Queiroz viralizou no final do ano passado ao indicar duas dicas primordiais para quem quer viajar: juntar dinheiro mês a mês e se planejar com antecedência.

Outra dica importante é cadastrar seu email no alerta de oportunidades dos principais sites de passagens aéreas! A passagem aérea é, normalmente, o maior custo da viagem. Então, em tempos de grana curta vale prestar atenção nos destinos próximos de sua cidade – afinal, o mais importante é o caminho e a companhia, não o destino final!

Viagens de até 6h costumam custar menos de R$ 100 cada trecho e podem revelar paisagens incríveis no interior, como cachoeiras, matas. Há também destinos imperdíveis no litoral, em praias menos badaladas próximas à regiões turísticas – em Ubatuba, por exemplo, há diversas opções: Prumirim, Puruba, entre outras!  

Para os novinhos até 29 anos, uma dica de ouro é ter o ID Jovem! Se você nunca ouviu falar, veja aqui todas as dicas para fazer o seu! É um programa federal que oferece em TODAS as linhas de ônibus interestadual vagas gratuitas para os jovens entre 15 e 29 anos que pertençam a família com renda mensal de até dois salários mínimos.

De ônibus ou avião, priorize sempre os deslocamentos noturnos: assim, você economiza em hospedagem! Outro ponto importante para economizar é a alimentação. Não se acanhe de preparar aquela farofa para o passeio!

Identifique supermercados de baixo custo próximo à sua hospedagem, faça compras de bebidas, refeições e lanches nos passeios curta a farra sem preocupação! Priorize sempre que possível o comércio local, de rua e, claro, os comerciantes negros – afinal, black money a gente faz acontecer todo dia!

Por fim, mas não menos importante, a hospedagem é determinante neste custo!Campings, para quem gosta, e hostels, são possibilidades. Mas a melhor opção é sempre a que você se sente mais confortável e acolhido! E para isso você pode contar com a Diaspora.Black, uma rede de viajantes e anfitriões que compartilham acomodações em 50 cidades e 12 países! É a certeza de acomodação acessível e sem risco de discriminação! Conheça mais no site www.diaspora.black!

Agora você já pode decidir o destino e viajar sem preocupação!

#VivaDiaspora