Redefinir Senha

Busca Avançada
Your search results
9 de agosto de 2018

Viva a Boa Morte

Um roteiro imperdível pela Festa da Boa Morte, uma das mais tradicionais manifestação da cultura negra de Cachoeira, no Recôncavo Baiano

Quem deseja conhecer uma autêntica manifestação cultural da Bahia deve conhecer a Festa da Boa Morte, uma das mais tradicionais celebrações da memória e da cultura negra do Recôncavo Baiano! Berço do Samba de Roda, a cidade de Cachoeira é palco da procissão que ocorre há mais de 230 anos pelas ruas históricas da cidade colonial, nas margens do Rio Paraguassu, um dos mais importantes da Bahia.

  A Festa é organizada pela Irmandade da Boa Morte, uma associação formada por mulheres negras, com mais de 50 anos de idade, e que existe há cerca de 245 anos. Originalmente, a confraria religiosa se reunia para cultuar santos católicos e também as divindades das religiões de matriz africana.

Mas a irmandade também serviu para a afirmação das mulheres negras na sociedade, que se organizavam para arrecadar fundos para comprar alforria de diversos negros escravizados na região – uma das principais cidades de comércio do período colonial.

A tradição foi passada de mãe para filha e permanece viva na cidade, com o grupo de matriarcas que celebram durante todo o mês de agosto a Nossa Senhora da Boa Morte, com missas tradicionais católicas, além de celebrações do Candomblé, religião de forte influência na região.

Para conhecer toda a riqueza desta manifestação cultural tipicamente afrobrasileira, uma experiência incrível e única está sendo realizada pela AfroTours no período. Além de acompanhar as principais atividades da celebração, o grupo irá contar com visitas guiadas pelos principais pontos históricos da cidade e conhecer relatos e histórias que só quem conhece à fundo a cultura local pode transmitir.

Uma oportunidade imperdível para quem quer viver uma experiência autêntica com o melhor da cultura negra brasileira!

#VivaDiaspora